Você sabe que a bolha está estourando quando o úl

Parafraseando uma das grandes pérolas de sabedoria de Wall Street: “Nada enfurece mais um homem do que ver outras pessoas ganhando dinheiro”. A frase descreve muito bem o que acontece no estágio final de uma bolha do mercado de ações. Os participantes da bolha ganham dinheiro diariamente (ao menos se considerarmos os ajustes ao  valore mercado), enquanto o investidor mais paciente e prudente fica de fora, alocado em dinheiro ou investimentos de baixo risco, apenas assistindo aos outros se divertirem. Isso vale especialmente para o momento atual, em que a bolha não é restrita ao mercado de ações, mas inclui também espetáculos exóticos como as criptomoedas e o mercado
imobiliário chinês. A situação se torna ainda pior quando os investidores são insultados por manchetes como a deste artigo: “Os investidores têm duas opções: comprar bolhas ou ficar para trás” (em tradução livre). Este artigo tece uma análise favorável ao “Portfólio Borbulhante” (Bubblicious Portiolio). É realmente irritante. Mas não devia ser. Se
considerarmos valores ajustados ao risco, o investidor prudente não está perdendo muita coisa. Quando os mercados sobem 10%, 20% ou mais em períodos curtos, os participantes do mercado veem seus ganhos como dinheiro no banco. Mas isso não é verdade, a não ser que você venda e liquide os investimentos. Poucos fazem isso, pois têm medo de “perder” ganhos contínuos. O problema vem quando a bolha estoura e perdas de 30%, 40% ou mais se acumulam rapidamente. Os investidores dizem a si mesmos que são inteligentes o bastante para sair do mercado a tempo, o que também não é verdade. Normalmente, os investidores não acreditam nas cotações, “compram na baixa” (que continua caindo) e depois se recusam a vender até atingirem novamente o “ponto de equilíbrio”, o que pode levar dez anos. Esses são comportamentos previsíveis de investidores reais, presos em bolhas reais. O melhor é simplesmente diversificar, fazer uma reserva de dinheiro, ter algum ouro como seguro em caso de catástrofes e esperar fora da multidão da bolha.
Quando o colapso vier, o que sempre acontece, você estará bem posicionado para encontrar e comprar barganhas de alta qualidade em meio aos escombros. Então você poderá participar do novo movimento de alta de longo prazo sem os riscos atuais de colapso repentino.

Artigos Relacionados

21 de Janeiro de 2018

Nos últimos dias recebemos uma verdadeira enxurrada de perguntas sobre a queda da Bitcoin. Teria estourado a bolha da criptomoeda? A quem pensa assim, peço que preste atenção aos gráficos seguintes: Como pode constatar, a Bitcoin teve sempre uma quebra no início dos últimos 4 anos! Por si só, essa teoria já desqualifica por completo o argumento da “bolha”. Se neste início de 2018 a bolha estourou, o que dizer de janeiro de 2015? Aliás, então a bolha já não tinha estourado no primeiro mês de 2016? Ou no período homólogo de 2017? Veja com os seus próprios olhos: em todos estes anos o movimento foi semelhante ao atual. Uma série de fatores técnicos (e não materiais ou fundamentais) explicam o movimento dos últimos dias, que vão desde… a) A proximidade das comemorações do Ano Novo chinês (este mercado é muito pulverizado entre Ocidente e Oriente e os investidores geralmente não mantêm posições de alta volatilidade em períodos de paralisação local). b) Vencimento recente dos contratos futuros de Bitcoin, o que agrega mais volatilidade a este mercado nos dias que antecedem o vencimento. Resumindo: O leitor pode nunca mais ter outra oportunidade de comprar a moeda digital nesses preços. A nossa posição oficial, válida para todos os casos é buy on the weakness. A queda recente é uma oportunidade rara de compra da moeda digital. Por isso recomendamos que a compre rapidamente. A MOEDA DIGITAL COM MAIOR POTENCIAL DE VALORIZAÇÃO

Faça um Comentário